Os Títulos e os Mortos

Quando eu era (ainda) mais novo, mantinha uma lista de títulos futuros para contos e/ou romances. Eram premissas, anotações, impressões jamais realizadas. Para alguns eu já tinha personagens e histórias, mas a maioria eram apenas pistas mal ajambradas que não se encaixavam em crime algum – porque só poderia ser mesmo um crime escrever um livro com algum daqueles títulos.

Não sei dizer exatamente o porquê, mas a construção destes títulos me fascinava. Eu os encarava como entidades quase distintas da futura obra, uma espécie de marketing tosco a que o escritor se obrigava. No final das contas, a maioria absoluta era muito ruim; construções do tipo “Artigo + Substantivo + Preposição + Substantivo”. Coisas como O Baile dos Caramujos, A Alma dos Ateus ou algo mais sofisticado como A Vida Secreta dos Replicantes. Bom, estes três os inventei agora, mas servem de amostra do nível da minha brincadeira àquela época.

Na verdade, esta fixação juvenil por títulos estava ligada a vontade tola de dizer tudo de forma “diferente”, como eu descrevi neste post. Não entendia que a função do título não é adornar, sobressair-se ou ficar mais famoso do que o conteúdo do livro (meu Deus), mas integrar-se a ele, fazer parte de todo um projeto, uma certa ambição que é função do texto e não do escritor. Ou, melhor dizendo: este artesanato imaturo do título é apenas uma questão de vaidade, um sintoma claro daquele equívoco tão comum de querer ser maior do que a obra (geralmente medíocre), de ostentar o (geralmente medíocre) estilo de vida dos artistas ao invés de trabalhar duro sobre as páginas.

Imaginemos o que seria de Anna Karenina, Crime e Castigo e A Divina Comédia caso tivessem seus títulos alterados por, digamos, Sidney Sheldon, J.M. Simmel e Paulo Coelho? A Amante Russa, Redenção de um Assassino e Do Mais Negro Inferno Ao Mais Puro dos Céus? Aceito sugestões.

E leia este post do Bruno.

E, sim, a minha lista está perdida em algum canto da casa, felizmente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: