Momento Zeca Bordoada

Convenhamos: vivemos numa era de frescuras. Veja o caso do comercial de um determinado higienizante bucal em que um mané calado mostra cartazes que explicam suas razões para não abrir a boquita: ele está com mau hálito porque o higienizador bucal arde, coitado; logo, ele não o usa. Que mundo é este em que um adulto reclama de dorzinha na boca na hora de limpar a dita cuja? Nem faz muito tempo, o ardor desta categoria de produtos era destacado em propagandas de forma, digamos, bem-humorada – com aquele bom humor saído da cabeça de publicitário, claro. Agora, me aparece um cidadão com cara de adultescente reclamando de ardor na língua?
Ele deve ter sido criado a base de Merthiolate que não arde também. Mais uma vez apelo ao “convenhamos”: De que serve um Merthiolate que não arde? Quando eu era moleque e me machucava, sabia que sofreria mais com aquele líquido vermelho-rosado nojento do que com a pancada em si. Um psicólogo de botequim diria que era um aprendizado, uma forma instantânea de amadurecimento ou alguma besteira do gênero. Não interessa: O Merthiolate que ardia fez parte de uma certa mitologia infantil, junto aos carrinhos de rolimã que nunca quebravam, a loira do banheiro o e o boneco infernal do Fofão.
Para encerrar, vamos desenterrar aquela história de Clodovil, em um de seus delicadíssimos momentos de gentleman, chamando uma deputada federal de feia – é, ele usou uns subterfúgios de péssimo gosto aqui e ali, mas no final chamou a cidadã de feiosa mesmo. A deputada chorou, foi amparada pelos coleguinhas e, se não me engano, esboçou até uma ameaça de processo contra o deputado-costureiro. Frescura, pura e simples. Em outro país bem menos fresco (a França, por exemplo), a deputada riria da suposta ofensa, desarmaria o comentário indelicado e seguiria em frente. Mas não aqui.
A coisa anda tão feia (não, não estou me referindo à deputada) que há propaganda tentando provar aos pais que deixar suas crianças se sujar faz um bem danado a suas alminhas inocentes e encapetadas. Não demora muito para algum zeloso genitor entrar com um processo pedindo a retirada da campanha por oferecer risco a seu pupilo. E será criado mais um bananinha no Bananão.
Ah, quem é Zeca Bordoada? Cliquem aqui.

Obs.: Eu sei que o Merthiolate continha mercúrio e por isso sua fórmula foi modificada, não precisam me alertar.

Anúncios

Uma resposta to “Momento Zeca Bordoada”

  1. evelynpetersen Says:

    tem um meme pra ti lá no meu blog. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: