Cegueira e política

Nunca consegui entender muito bem o entusiasmo de pessoas comuns pelos políticos. Ver um bando de sujeitos rindo, gritando e aplaudindo um homem de política em seu palanque sempre me pareceu uma mistura mal ajambrada de hipocrisia, ingenuidade e canalhice temperada com auto-engano. Não, não sou um desses que afirmam que “todo político é igual”, porque esta frase desastrada apenas estabelece uma distância artificial entre quem a emite e a realidade, é uma forma de se pretender interessante ou inteligente. O outro extremo é a militância, que não é mais do que uma forma de cegueira. Em ambos os casos, estas abordagens mostram uma certa incapacidade de se achar um lugar para a política na vida comum. Acaba sendo mais fácil deixá-la contaminar tudo. E aceitar que “tudo é política” também é decretar a morte do próprio espiríto.

Lembro-me sempre de uma frase do livro do historiador John Luckács, O Duelo: Churchill x Hitler (não estou com o livro à mão, logo, contente-se com uma citação torta e de cabeça): Churchill tinha princípios, enquanto Hitler tinha um conjunto de conceitos fixos sobre o mundo, algo assim. E princípios guardam uma certa flexibilidade, ou melhor, são quase sempre uma tentativa sincera de se tentar enxergar e entender o mundo enquanto os crentes na política (sejam os áulicos de comício ou os intelectuais de escritório) iludem-se com a possibilidade de tentar mudá-lo. É desnecessário dizer que esta pretensão ridícula já cobrou seu preço ao longo do século XX e continua a nos intoxicar diariamente.

Ainda que surgisse um político cujo discurso se encaixasse perfeitamente no meu, eu seria incapaz de pular como uma macaca de auditório sorridente a seu favor. Certamente, ele teria o meu voto porque não tenho vergonha de defender suavemente os meus princípios e, talvez, eu diria a quem estivesse disposto a ouvir as minhas razões para apoiá-lo. Mas isto é coisa que faria em particular, jamais o chateria com este tipo de coisa neste blog, não se preocupe.

Penso nisso sempre que vejo cenas ridículas assim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: