Sim, eu uso Firefox!

O Firefox!

Pausa no blog para um post levemente geek. Aliás, pausa para um comentário antes do post propriamente dito. As pessoas que não trabalham com TI (se você se perguntou o que é TI, então você é uma delas, sortudo) tendem a achar que qualquer um que escreve uma macro no Excel, cria um site no famigerado Frontpage ou instala uma placa de rede num micro é um nerd, ou, na definição do jornalista Dagomir Marquezi, “o cara do computador”. Nada mais distante da realidade; eu mesmo jamais poderia ser considerado um geek, sou um profissional de TI, preocupado em projetar e implementar bons sistemas de informação, claro, mas não navego em bits e bytes o tempo todo. E é melhor encerrar este comentário antes que ele se torne esotérico demais para os sãos que não vivem neste mundo de tecnologia. Enfim, eu só queria mesmo dizer que sou um feliz usuário de Firefox.
A sua sorte é que não tenho paciência para militância, logo, este não será um post de louvor tecnológico. Serão apenas divagações curtas sobre as tecnologias da internet e seus freqüentadores. Não posso dizer que sou um veterano da internet, mas em 1997 eu e meu irmão já estávamos conectados com Internet Explorer 4, ICQ e Yahoo Messenger; e ainda comprávamos a revista internet.br. Ele foi trabalhar num provedor de acesso e eu me meti numa grande empresa desenvolvendo sistemas para computadores tão grandes quanto seus proprietários. É a vida, litte locust. De qualquer forma, meu interesse pessoal pela internet permaneceu. Brinquei com algumas coisas, tive site pessoal digratis (se eu fosse você, não clicaria nisso aí, mas agora é tarde, não é mesmo?), blog, criei sites que não estão mais no ar e agora vou começar a aventura da empresa própria.
No meio dessa confusão, adotei o Firefox porque o Internet Explorer já me irritava bastante. Porém, como o tal browser da raposa foguenta foi construído para ser aderente às regrinhas que ainda engatinhavam em 1997, e muita gente (inclusive este missivista) criou sistemas e sites para funcionar apenas no IE campeão de audiência, nem sempre o Firefox funciona como se esperava – nestes casos sou obrigado a usar o Explorer. Boa parte dos usuários “normais” está satisfeita com o bom e velho IE, e a adoção do Firefox nas empresas ainda esbarra num problema sério: a preguiça da fundação Mozilla em criar ferramentas de administração para o suporte das grandes empresas. Com o IE 8 a caminho vindo com boas novidades, a briga pode ficar mais complicada para o lado do meu browser favorito. Mas não me arrependo e sei que não estou sozinho – hoje crio sites e sistemas e os testo em, pelo menos, 3 browsers diferentes.
Ok, fim do post geek, voltamos a nossa programação normal.

A propósito: O símbolo do Firefox não é uma raposa vermelha (ruflam os tambores!); é um panda-vermelho, na foto lá em cima.

Anúncios

2 Respostas to “Sim, eu uso Firefox!”

  1. Mércia Says:

    Oiê!

    Também sem militâncias, mas eu aaaaaamo o Firefox. Visual limpo, rapidinho, e a “grande inovação” das abas! E plugins muito bacanas! Entre outras vantagens… É dez!
    Morro de preguiça do IE… 😛

    Abraços.

    Mércia

  2. Marcelo Lopes Says:

    Mércia,

    Eu tb sou uso IE quando estritamente necessário ou para testar os sites que construo. E os plugins do Firefox são imbatíveis!

    Abs,
    Marcelo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: