Meus olhos! Meus olhos!!!

(Clique para ampliar)

Esqueçam o post abaixo. Na verdade,  já o pichei porque não é nada além de um grande equívoco. Como eu sabia pouco de dialetos de internetês (ainda escrevo em internetês arcaico, da era do ICQ), não percebi que a descrição da comunidade está em tiopês, e que sua aparente tosquice é intencional, satírica e leve. Por isso, linko quem realmente entende do assunto e explica direitinho o que você precisa saber sobre os dialetos da internet. Atualização em 18/12/2008.

Graças ao Poderoso Porco, trago a vocês esta pérola da comunicação escrita cometida por um jovem brasileiro mediano. Segundo os doutores que apregoam o tal “preconceito lingüístico”, devemos aceitar esta aberração acima porque, afinal de contas, o cidadão autor desta descrição se fez entender. Fez mesmo? Segue tradução: “Sou Maísa; uso vestido de lacinho. Para vocês que acham essa menina super estilosa e poderosa. Não há nada mais chique que um vestido de lacinho, seja ele pink, verde (ou será bege?) azul, amarelo, roxo, laranja ou vermelho.” Agora comparem com o que está escrito lá – e ainda há quem diga que poesia é o que se perde na tradução. É outra língua, outro mundo, expressão de alguém que não sabe formular uma única frase sem parecer um alienígena bêbado aprendendo aramaico num curso por correspondência – um brasileiro médio, portanto.

Só consigo pensar em duas coisas. Primeiro, como ainda tem gente que me pergunta a razão de eu ter cometido um silencioso e honroso seppuku orkutiano há longos anos. Segundo, como alguns ainda duvidam da incompetência crônica dos alunos bananeiros em testes internacionais como o Pisa ?

A propósito, para quem leu a matéria da Folha de São Paulo linkada acima e ficou curiso sobre onde fica o Quirguistão, segue um link básico para a Wikipedia. Não deve ser um lugar bacana; como se não bastasse ser uma ex-republiqueta soviética, conseguiu a proeza de ter estudantes ainda mais tapados do que os daqui.

O Antonio Fernando Borges relatou uma experiência parecida, mas ainda mais assustadora aqui.

4 Respostas to “Meus olhos! Meus olhos!!!”

  1. Falha minha, mea culpa e mais alguns pedidos de desculpa esfarrapados « Universo Tangente Says:

    […] Universo Tangente A mais perigosa visão do mundo pertence a aqueles que jamais o contemplaram. – Alexander von Humboldt « Meus olhos! Meus olhos!!! […]

  2. Flaah Says:

    SUA ANTA !
    ISTO SE CHAMA TIOPÊS.

  3. Marcelo Lopes Says:

    Ah, o que seria da internet se não fosse a forma prestativa e educada que seus habitantes têm para lhe ensinar coisas novas, hein?

  4. Flaah Says:

    ah claro e você acha que tem o direito de falar dos outros como bem intender aqui no seu mundinho?
    Na maioria das vezes o que vemos na internet não é levado para a vida real.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: