Conselhos para uma profecia furada

A Universo Tangente Relações Públicas, em seu contínuo esforço na melhoria da comunicação corporativa, pessoal e intergalática, deseja oferecer sugestões para desculpas esfarrapadas para profecias não cumpridas. Caso você tenha sido abduzido por extraterrestres nos últimos 40 dias, não deve ter lido ou ouvido falar da médium canalizadora (não pergunte) Blossom Goodchild, que previu a chegada dos alienígenas da Federação da Luz ao nosso planetinha. Segundo a tia com jeitão de Ana Maria Braga, uma imensa nave-mãe se faria visível nos dias 14, 15 e 16 de outubro de 2008, para que nós, pobres-coitados poucos evoluídos, tivéssemos a oportunidade de saber que os ETs estão aqui para nos ajudar, afinal, vieram em paz e amor, bicho. Como nenhuma nave foi vista nos céus terráqueos na última semana e a tal profecia foi um fiasco mais ridículo do que a pífia passagem do cometa Halley em 1986, nós, da UTRP, temos o prazer de oferecer uma lista de possíveis desculpas, ops, causas que podem ser alegadas por todos os canalizadores que confirmaram a vinda dos homenzinhos de luz verde:

1) Erro na conversão da data estelar
Quem disse que 14/10/2008 é uma data terrestre? Pode muito bem ser a data estelar de acordo com a Convenção de Tanhauser-Gate, firmada entre os vulcanos e o Conselho Jedi. E mais: eles podem ter tido problemas na conversão da data estelar para o calendário terrestre e cometido um mero erro de cálculo – na verdade eles aparecerão aqui por volta de 20/08/4110.

2) Eles estiveram aqui sim, você não viu?
Então você não era um dos escolhidos, sinto muito. Mais sorte da próxima vez.

3) Aquele pontinho brilhante no céu de Quixeramobim… Sim, eram eles.
A foto publicada na internet no dia 15 de outubro mostrava um intrigante espaço brilhante no céu de uma pequena cidade. Com certeza eram eles. Aposto minha carreira nisso.

4) A Terra ainda não está pronta.
Os nossos companheiros espaciais decidiram, diante de todo o burburinho gerado pela mensagem, não mais nos visitar porque consideraram que a humanidade não está preparada ainda para a sua chegada. Infelizmente, teremos que passar por mais ciclos de evolução até que finalmente estejamos espiritualmente preparados para a ascensão prometida pelos nossos irmãos do espaço. Talvez depois que o sistema financeiro global derreter ou as calotas polares, quem sabe?

5) Engarrafamento em Alfa-Centauri
Todos sabemos que o trânsito urbano torna-se a cada dia mais complicado; ora, por que supor que no espaço a coisa seja diferente? Pense bem: bilhões de bilhões de estrelas, logo, grande possibilidade de existência de civilizações avançadas, logo temos um universo apinhado de naves que precisam se deslocar. O resultado mais óbvio é um baita engarrafamento nos grandes corredores de trânsito intergalático, como Alfa-Centauri, estrela mais próxima da Terra depois do Sol e certamente um cruzamento movimentado para os milhares de OVNIs que nos visitam todos os anos.

Anúncios

2 Respostas to “Conselhos para uma profecia furada”

  1. léo e só Says:

    Olá Marcelo

    Rapaz, será que eles não se perderam não, no meio de tanta centaura sem sinalização. Placa é tudo, tudo!

    abs

  2. Marcelo Lopes Says:

    léo,

    Tem razão! Quem disse que as vias interespaciais são bem sinalizadas?

    Abs!
    Marcelo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: