The Soviet Story: O sonho sombrio de Stálin

Campos de trabalho forçado, genocídio, fome em massa, expurgos, perseguições, pilhas de cadáveres em valas imensas, tudo liderado por um estado policial, monstruso, corrupto e violentíssimo. Não, não é a Alemanha de Hitler. O impressionante documentário The Soviet Story, produzido pelo Parlamento Europeu e dirigido por Edvins Šnore, mostra como o União Soviética de Stálin tornou-se o celeiro das atrocidades contra povos inteiros, marca registrada da carnificina travestida de período de tempo que foi o longo e sombrio século XX. Vítimas de comunismos e nazismos, tombaram, com certeza, ao menos 150 milhões de indivíduos. É importante dizer duas coisas: que esta cifra macabra foi atingida em tempos de paz, não durante guerras, e foi obra direta de uma estratégia de manutenção e conquista do poder, e que, ao contrário do que muita gente imagina, foram os regimes comunistas os campeões em assassinatos.

The Soviet Story tem algumas cenas bastante perturbadoras – em especial quando relatam o chamado Holocausto Ucraniano, quando o governo soviético fez uso da fome para silenciar a província pouco amigável às determinações do estado. O documentário esforça-se em demonstrar que Hitler e sua patota depravada teria se inspirado no que havia de mais moderno e bacana em matéria de destruição, extermínio, racismo e controle estatal com os camaradas que, até então, estavam sendo bem-sucedidos. Nesta página, dá para ver dois cartazes nazis e comunas praticamente idênticos.

A cópia a que assisti era narrada em inglês e as legendas estavam em… bom, alguma língua que minha cultura biglota me impede de reconhecer. Infelizmente, durante as entrevistas, não há legendas ou dublagem em inglês, o que atrapalha um bocado. Nem preciso dizer que obtive esta produção de uma forma, digamos, alternativa, não é mesmo? O que não importa muito: é uma obra imperdível.

A propósito, como já sabemos, o capitalismo está morto, como bem mostra o Eduardo Carvalho, reproduzindo esta charge da Economist:

13 Respostas to “The Soviet Story: O sonho sombrio de Stálin”

  1. marie tourvel Says:

    Passo por aqui, Marcelo, querido, para lhe agradecer o belo linque que enviou em seu comentário ao meu post “As Tears Go By”. Se soubesse como foi bom ter lido… Aquele homem faz falta, não? Um grande beijo e espero você no Letras sempre.🙂

  2. léo e só Says:

    olá Marcelo

    E pensar que o George Orwel já cantava a bola. O que me admira é gente que ainda defenda tais coisas pelo e para bem do povo( é claro, vivendo longe do caldeirão.)

    Eu, hein.

    Sai de retro Satanás!

    abs

  3. Marcelo Lopes Says:

    marie,

    Que bom saber que a leitura lhe fez bem, fico feliz.
    E, sim, infelizmente, David Foster Wallace se foi. Quando descobri Bernhard, ele também já havia ido embora muitos anos antes.

    Abs!
    Marcelo.

  4. Marcelo Lopes Says:

    léo,

    Sim, sim. Orwell já denunciava a farsa 60 anos atrás. O curioso é que todo este pessoal que defende esta patuscada socialista em nome do povo está de olho é num cargo público. Como disse o Ha Jin, escritor chinês, na China de Mao todos os intelectuais não passavam de escriturários…

    Abs!
    Marcelo.

  5. Osvaldo Bertolino Says:

    É preciso considerar a dose cavalar de anticomunismo nesta história, este sim aliado fiel do nazi-fascismo. A história é mais complexa do que o mostrado por estas versões capciosas.

  6. mateus Says:

    O anticomunismo, Osvaldo, é uma consequência inevitável. Desmerecer um fato histórico com esse argumento chinfrim de “a história é mais complexa” nada mais é do que colocar em prática a desinformação sistemática leininista-stalinista.

  7. Zé da couves Says:

    Já tem a versão com legendas em português no youtube:

    http://br.youtube.com/view_play_list?p=0A5E4AEB53D3EE68

  8. Vanessa Peres Says:

    Olá! Acabei de baixar este documentário. E a sua legenda está em lituano.:-/ Talvez pelo fato do diretor ser lituano, né. Tá osso…

  9. Marcelo Lopes Says:

    Vanessa,

    Obrigado por esclarecer, eu nunca havia visto uma única palavra em lituano até hoje. Mas seus problemas acabaram: como eu havia postado em https://universotangente.wordpress.com/2008/12/23/duas-dicas-imperdiveis/ , e o Ze das Couves me avisou, o documentário com legendas em português já está no YouTube.

    Abs!
    Marcelo.

  10. Vanessa Peres Says:

    Pois é! Na mesma hora fui caçando pela internet e achei!😀
    Obrigada aí!

  11. Osvaldo Bertolino Says:

    É muito comum a apresentação de fatos como esse de forma distorcida, editada e descontextualizada – por razões políticas e ideológicas

    O mundo batia-se com uma crise econômica gigantesca, desencadeada com os acontecimentos de 1929 nos Estados Unidos.

    E a União Soviética ainda tentava se reerguer da horrenda guerra civil, quando as pontências se uniram para tentar destruir o país.

    Fora desses parâmetros, o que se tem é propaganda anticomunista pura e simples.

  12. bebeto_maya Says:

    É incrível como os comunistas sobrevivem sobre uma pilha de mentiras:

    “O mundo batia-se com uma crise econômica gigantesca, desencadeada com os acontecimentos de 1929 nos Estados Unidos.”

    Bobagem, a crise de 29 não mandou Stalin usar a fome como arma de convencimento e matar 7 milhões de pessoas em Holodomor. A maioria dos historiadores sérios, o que exclui os brasileiros, já atesta isto.

    “Fora desses parâmetros, o que se tem é propaganda anticomunista pura e simples.”

    O nazismo também foi distorcido Osvaldo, Hitler genocida, imagina…Osvaldo, você mantém um site de extrema esquerda, aplique o antidoto em si próprio:

    “É muito comum a apresentação de fatos como esse de forma distorcida, editada e descontextualizada – por razões políticas e ideológicas”

    sem mais!

  13. Vitor Says:

    O comunismo é uma merda, as provas estão aí pra quem quiser ver, ops esqueci, comunistas são cegos pela ideologia, mudos pela doutrinação, e surdos pela ignorancia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: