Coisas que aprendi no Natal de 2009

Este não é um texto bonitinho, sobre como o consumismo sufocou o verdadeiro espírito do Natal. É apenas uma constatação de que, em diferentes graus, somos levemente inadaptados (hein?) a certas necessidades e obrigações sociais. Em outras palavras, há sempre alguma coisa que fazemos errado, de forma tosca ou simplesmente não conseguimos.

1. Não sei escrever mensagens de Natal.
Não dá. Se eu fosse responsável pela criação dos cartões da Hallmark, estaria morto de fome há anos. Tudo o que escrevo em cartões me parece francamente ruim. Acho que eu ainda não entendi que a baixa qualidade do texto não tem a menor importância diante do valor que a pessoa dá a sua intenção de lhe dedicar algumas palavaras. Claro, isso só é verdade se você não foi presentear um crítico literário.

2. Continuo detestando filmes de Natal
Parece algo insensível, mas depois de Milagre na Rua 34 já tive doses suficientes de filmes natalinos por umas duas vidas. Especialmente se o título for uma das duzentas e quarenta e este cópias de Esqueceram de Mim. Aliás, para quê ligar a televisão quando deveríamos estar com outras pessoas?

3. Gosto do Natal
Apesar de tudo, e de ter sido o ano em que perdi minha mãe, quase sempre descubro que gosto da data.

2 Respostas to “Coisas que aprendi no Natal de 2009”

  1. Nan Says:

    Faço das tuas palavras o que sinto nos natais(em minusculo pela importancia….)
    Mas culturalmente fomos criados para reunir a fámilia(hipocresia da boa) e então bate sempre a nostalgia principalmente quando nos falta aquela pessoa que se foi cedo demais…Daquela pessoa sentimos falta,mas o que importa mesmo é o que fizemos por ela enquanto juntos, o resto é só o resto e as trocas dos presentes horrorosos…rs rs

    • Marcelo Lopes Says:

      Nan,

      Que bom te ver por aqui!
      Pois é, se a gente consegue enxergar o Natal além da obrigatoriedade dos compromissos sociais e familiares, perdoamos até os presentes horrorosos – aliás, eles ganham outro significado. Quanto a saudade, infelizmente ela insiste em atacar com mais força nestas datas, goste-se dela ou não.

      Abs!
      Marcelo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: