Uma última observação sobre Niterói

Em 1992, quando eu ainda morava em Contagem, Minas Gerais, uma tragédia semelhante a que se abateu sobre o Morro do Bumba aconteceu lá: a Vila Barraginha foi soterrada por uma avalanche de terra e lixo proveniente de um aterro sanitário. Lembro-me de ouvir alguns dizendo que as pessoas que moravam ali seriam as culpadas – coisa que alguns membros do chamado “poder público” andaram insinuando nas chuvas recentes do Rio.

Só que essas pessoas não são lixo. E não são burras.

Elas não moram em encostas e lugares de risco por gosto e escolha. Eles não colocam a sua vida e a dos filhos em risco por opção.

É ao contrário. Eles fazem isso por falta dela.

O ocupamento desordenado de Niterói, que vem agressivamente aumentando a população desde a fusão dem 1975, tem se agravado nos últimos 20 anos. Os governos sucessivos de Jorge Roberto Silveira e seus aliados tem se preocupado muito mais em maquiar a cidade e alterar o plano urbano do municipio para torná-lo agradável a grandes investimentos imobiliários do que investir em obras de infraestrutura. Não houve um plano de transito, urbanização… e não houve contenção de encostas.

São as palavras de Ana Cristina Rodrigues em seu post When the world falls down… que merece ser lido.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: