Topifaive Filmes que poucos (ou ninguém) sabem que eu gosto

1) Independence Day
Ao contrário de Spielberg, que acerta com muito mais frequência do que erra, Roland Emmerich, diretor e roteirista deste Id4, passou os últimos anos fazendo filmes esquecíveis e falsamente grandiosos. Talvez ele nunca mais acerte a fórmula que deu tão certo em Independence Day e que pode ser resumida em uma expressão: cara-de-pau. Poucas vezes na história do cinemão, um filme foi tão despudoradamente escapista e clicheteiro, mas realizado com uma energia adolescente tão genuína e contagiante. Um filme B de primeira.

2) O Pacto dos Lobos
Odiado por muita gente e, francamente, um tanto sem pé nem cabeça, o longa dirigido por Christopher Ganz mostra uma versão divertidíssima da bizarra história da Fera de Gévaudan, supostamente um lobo descomunal que teria matado dezenas de pessoas na França do século XVIII. Uma mistureba louca, que inclui a Revolução Francesa, um índio americano que luta kung-fu (Mark Dacascos, quem mais?) e uma agente do Vaticano disfarçada de dona de um bordel (Monica Belucci…), além de efeitos especiais pouco convincentes que não atrapalham a história.

3) Titanic
Sim, isso mesmo, eu admito. Muitos já não suportam mais ter de reassisti-lo, mas não dá para negar a força bruta do talento de James Cameron a serviço de uma combinação irresistível: uma história de amor para lá de óbvia e uma tragédia anunciada. Ainda que seja responsável por nos fazer ouvir a chatíssima Celine Dion por ano inteiro, Titanic foi o último grande épico romântico do cinema, um filme que sintetizou magistralmente décadas de produções anteriores e o poder da tecnologia digital, hoje onipresente, para contar uma história simples, batida e envolvente.

4) Luz Silenciosa
Deixando os guilty pleasures de lado, o estranhíssimo filme do mexicano Carlos Reygadas pode ser resumido, se me lembro bem, a algo como dez ou doze sequências, sendo que a primeira e a última nada mais são do uns cinco minutos de câmera estática testemunhando o nascer do dia e da noite. No entanto, este ritmo, tão próximo e palpável, acabou me pegando. A história não poderia ser mais icônica: um homem casado, que tem uma amante, e as consequências desta ação. Mas estamos numa comunidade menonita no México e o prosaico e o grandioso acabam se entrelaçando, culminando num desfecho sensacional que nada explica e parece ter sido pensado por Almodóvar.

5) Vem Dançar Comigo
O surtado diretor australiano Baz Luhrmann nos deu esta obra, surtada e delicada na mesma medida. Caricato, berrante, brega, mas também enérgico, apaixonado e simples, Strictly Ballroom é uma ode a dança em sua encarnação mais popular e, ao mesmo tempo, sofisticada. A história da irresistível ascensão e vitória redentora do excluído nunca parece empoeirada neste filme; pelo contrário, tem um frescor juvenil raro, uma entrega quase mística, uma crença absoluta do diretor pela sua criação. É quase impossível não assisti-lo e não ter vontade de aprender um ou dois passos de dança flamenca – aqui, representada como uma corte, um namoro sensual a que uma homem e uma mulher se dedicam em pé de igualdade. Camp, mas nunca vulgar, é um pequeno triunfo: Love is in the air.

3 Respostas to “Topifaive Filmes que poucos (ou ninguém) sabem que eu gosto”

  1. Mercinha Says:

    Adorei “Vem dançar comigo”! Tenho horror a “Independence Day”… “Titanic”, assistir uma vez basta. Os outros eu não conheço, e cheguei a ficar curiosa, mas assistir Mark Dacascos, seja na capoeira, seja no kung fu, putz!, não dá! rs

  2. ana Says:

    Não. Minha lista é outra. Filmes trash nem sempre são agradáveis.Mas você tem todo o direito de gostar deles. E eu, não.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: